Um grão de semente contém em si os princípios de uma dupla viagem: da raíz que se fundamenta na terra, do tronco que conquista o céu. Uma mão sobre uma folha de papel vazia procura o encontro nesses espaços em branco...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Momentos simples

Era bom todos podermos começar o dia assim... com a simplicidade daqueles momentos que deixam as nossas células bem dispostas! E mesmo nos nossos contextos urbanos isso é possível. Reparem nesta campanha de uma operadora móvel que pôs as pessoas a dançar numa estação de metro.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Um português criativo

Aos 30 anos, o português Manuel Lima foi eleito pela revista norte-americana Creativity como uma das 50 mentes e influentes de 2009. Fico orgulhoso se pensar que na lista figuram personalidades como Jeff Bezos (fundador da Amazon), David Axelroad (estratego da campanha de Obama),Sergey Brin e Larry Page (criadores do Google) e Jean Nouvel (arquitecto francês).

Formado em Arquitectura do Design pela Universidade Técnica de Lisboa, Manuel Lima ja passou por Nova Iorque e Londres. Trabalha para a Nokia no design de software para telemóveis. Mas o que chamou a atenção da revistam, foi o site Visualcomplexity (carregar na imagem acima para aceder) sobre um tema muito pouco habitual: «Fui tentar descobrir o que havia de semelhança entre redes tão diferentes como as sociais, as políticas, as informáticas, as genéticas ou até as redes de transportes. Como se visualizaria na Net estes redes? Como se relacionariam elas entre si? E como podia dar-se às pessoas o máxim de informação sobre elas?»

Aquele sítio tem cerca de 600 visualizações: desde a rede de Metro de Nova Iorque às ligações entre os doadores das principais campanhas norte-americanas ou à rede de proteínas do corpo humano. Interessante?! E feito por um português ...



segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Sean 'Milk' Penn

Confesso que não fiquei particularmente simpatizante com a figura de Harvey Milk (que só conheço do filme) embora reconheça a importância simbólica que teve e tem, para a causa dos direitos civis dos homossexuais, por ter sido o primeiro político gay a assumir um cargo público.

Já a versatilidade de Sean Penn mostrou-me aquilo que já se sabia: é sem dúvida um dos melhores actores do momento. O Mikey Rourke que me desculpe mas o Oscar foi excelentemente atribuido.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Enterro do Bacalhau no Soutocico

A propósito de uma tradicão de origens seculares da minha aldeia, ali para os lados de Leiria - o SOUTOCICO - uma amiga minha descobriu um outro evento em tudo similiar organizado no Barreiro.

O ENTERRO DO BACALHAU, pelo menos no Soutocico, é na sua origem uma teatralização satírica, crítica de costumes ao facto de antigamente não se poder comer carne na quaresma mas, de hipocritamente, haver uns quantos que se safavam pagando a bula. Hoje em dia, os textos são adaptados à actualidade. O bom mesmo é perceber que toda uma aldeia se mobiliza para este projecto comunitário. Serão reminiscências de comunitarismo? São mais de 300 figurantes (padres, freiras, varinas, músicos, cangalheiros, carpideiras, viúvas,...). Eu costumo ir de "tocha" participando activamente na iluminação do percurso.

Por dificuldade financeiras, o Clube Desportivo e Reacrativo do Soutocico organiza o Enterro de 4 em 4 anos (é fácil lembrar - calha sempre em ano de Jogos Olímpicos e no sábado a seguir à Páscoa). Para os mais curiosos aqui fica um pequeno vídeo.



sábado, 14 de fevereiro de 2009

Sonhos de liberdade

video

Melhor Filme em Classe Curta Metragem do Festival de Cinema de Berlim

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

O tempo acaba o ano, o mês e a hora

O tempo acaba o ano, o mês e a hora,
A força, a arte, a manha, a fortaleza;
O tempo acaba a fama e a riqueza,
O tempo o mesmo tempo de si chora;

O tempo busca e acaba o onde mora
Qualquer ingratidão, qualquer dureza;
Mas não pode acabar minha tristeza,
Enquanto não quiserdes vós, Senhora.

O tempo o claro dia torna escuro
E o mais ledo prazer em choro triste;
O tempo, a tempestade em grão bonança.

Mas de abrandar o tempo estou seguro
O peito de diamante, onde consiste
A pena e o prazer desta esperança.

Luis Vaz de Camões

domingo, 8 de fevereiro de 2009

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Doce Solidão

Acabo o dia de hoje a explorar novos sons d' além Atlântico...

Caetano Veloso escreveu , «por um momento, por um período, Marcelo Camelo é a estrela solitária da canção popular brasileira», referindo-se a um "show" (brasileirismo para concerto?) que Marcelo deu com Hurtmold.

Marcelo quer que toda a gente copie as suas músicas da internet, porque diz que tal permite o aumento da inteligência colectiva. Certo é que Marcelo parece entender o poder da música usada enquanto linguagem universal e enquanto elemento de aproximação e entendimento socialFoi talvez por isso que gravou o primeiro vídeo do seu primeiro álbum Sou/Nós no Bairro 6 de Maio, na Damaia. Será uma nova versão do uso da cantiga como arma?

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Amor (I)

O meu amor alimenta-se do teu amor, amada,
E enquanto viveres estará em teus braços
Sem sair dos meus

Pablo Neruda